PT
EN
PT
EN
CANDIDATURAS AO ABRIGO DO PRR
INVESTIGAÇÃO I&D
EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NO EDIFÍCIO PRINCIPAL DA ENIDH

Candidatura ao Aviso N.º 01/C13-i02/2021

1. Enquadramento
O Aviso N.º 01/C13-i02/2021 "Eficiência energética em edifícios da administração pública central" tem como principal objetivo a implementação de medidas que fomentem a eficiência energética e de outros recursos, bem como reforcem a produção de energia de fontes renováveis em regime de autoconsumo, contribuindo para a melhoria do desempenho energético e ambiental dos edifícios da Administração Pública Central.

2. Enquadramento da Operação/Candidatura
Esta Operação visa a implementação de medidas de melhoria de eficiência energética no Edifício Principal da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique.
As medidas propostas resultam do processo de auditoria energética e certificação realizada ao edifício, no qual se identificam como prioritárias: a (i) aplicação de isolamento térmico na cobertura com amianto (MM1), (ii) a substituição de caixilharia e vãos existentes por novas com melhoria das características dos vãos (MM2), (iii) a substituição da Iluminação (MM3) e (iv) a instalação de um sistema fotovoltaico para autoconsumo (MM5),

A intervenção abrangerá a totalidade do edifico principal da ENIDH, compreendendo uma área reabilitada de cerca de 8 893 m2.
Neste sentido, a Operação "Eficiência Energética no Edifício Principal da ENIDH" compreende:

Ação 1 - Aplicação de isolamento térmico na cobertura com amianto
Ação 2 - Substituição de caixilharia e vãos existentes por novas com melhoria das características dos vãos
Ação 3 - Substituição da Iluminação
Ação 4 - Instalação de Sistema Fotovoltaico para Autoconsumo
Ação 5, 6 e 7 - Consultoria em eficiência energética para execução das medidas
Ação 8 - Sensibilização e informação para melhoria da eficiência energética
Ação 9 e 10 - Auditorias energéticas e emissão de Certificado Energético

Início da Operação (TA)
01 – 08 - 2022
Conclusão da Operação 31 – 07 – 2024

A Operação compreenderá, assim, um custo elegível e custo total correspondente a:
Custo Total - 1.033.753,50€
Custo Elegível – 1.283.792,21€
Custo Não Elegível – 250.038,71€

3. Financiamento- Taxas de comparticipação das tipologias de intervenção
De acordo com a alínea 7.3. do Aviso N.º 01/C13-i02/2021 a taxa de comparticipação máxima é de 100%
Assim, a presente candidatura prevê uma comparticipação não reembolsável 1.033.753,50 €, sendo que os restantes 250.038,71€ serão suportados por receitas próprias da ENIDH.


Notícias


Recuperar Portugal - recuperarportugal.gov.pt

TOPO
TOPO
PARCERIAS
PARCERIAS
RECEBA TODAS AS NOVIDADES
REDES SOCIAIS